quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Meu silencio grita, meu olhar entrega, mas ninguém percebe.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário